quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Preparação para o parto

Ontem decidi ir a uma reunião de pais que sabia que se ia realizar e cujo tema era "Recém-nascido: desenvolvimento", dado por uma terapeuta, e achei bastante interessante. Foram abordados vários temas e vou focar aqui os que achei mais importantes:

-Os bebés quando nascem podem vir com os olhos abertos ou não, podem ter cabelo ou não, e vem com a cabeça achatada devido ao esforço de passarem pelo canal vaginal da mãe e vem cobertos por uma substância viscosa que é importante que a pele a absova, pois é uma protecção, dai o primeiro banho deles, ainda na maternidade ser muito superficial.


-Podemos dar banho de emersão aos bebés desde o dia em que eles nascem, desde que depois sequemos muito bem a zona envolvente do umbigo, onde ainda esta o cordão umbilical. Estes banhos também não devem ser muito demorados pois o bebé perde calor muito rápidamente e a àgua deve estar a uma temperatura de 36º/36.5º.


-Depois de mamar, quando colocamos o bebé para arrotar, não tem de ser sempre na posição vertical, podemos e devemos deita-lo de barriga para baixo nos nosso braços (de maneira a que o bebé fique com o queixoencostado ao nosso braço e o outro braço de passar entre as pernas do bebé e segura-lo na barriguinha. Isto é uma forma deles desenvolverem a musculatura do pescoço e das costas, pois vão estar sempre a tentar levantar a cabecinha. Isto pode ser feito logo no 1ºmês de vida, assim como, depois de mamar, se o bebé ainda está desperto, deita-lo no chão em cima de um cobertor/manta, de barriga para baixo, nem que seja por um minuto, precisamente com o mesmo objectivo.


-Não devemos tentar colocar o recém-nascido de pé (às vezes há a tendência de coloca-lo no nosso colo em pé, a fazer força nas perninhas) nem de o sentar pois isso vai forçar tanto as pernas como a coluna, que ainda não são firmes nem têm força no musculos.


-Ainda em relação a mamar, depois desta operação não devem colocar o bebé logo para dormir, devem passear um pouquinho com ele (fazer corredores como disse a terapeuta), para ver se ele arrota. Mas também não devem ficar preocupadas se depois de mamar o vosso bebé não arrotar, isto significa que a mamada foi bem dada, apesar de ser raro acontecer. Pois o arroto não é mais do que a saída de ar que entrou enquato o bebé mamava logo se ao mamar o bebé não engoliu ar, é normal que não haja arroto, nem que o bebé bolse (que é saída de ar que "leva consigo" o leite que encontra no caminho).


- Para dormir, devemos colocar o bebé de barriga para cima ou de lado, com a ajuda de rolinhos, e nunca de cabeça para baixo, pois esta posição é que aumenta o risco de morte súbita. De barriga para cima não há o perigo do bebé sufocar no seu bolsar ou vomito pois os bebés dormem colocando a cabeça de lado. Se colocarmos o bebé a dormir de lado, devemos de ir alternando os lados pois como os ossinhos da cabeça ainda são muito maleaveis, o bebé pode ficar com a cabeça achatada de um dos lados.

-Pode-se usar marsupial desde o nascimento, temos é de ter cuidado na compra do mesmo. Se queremos usa-lo desde que o bebé é recém-nascido, temos de comprar um que tenha apoio também para a cabeça do bebé, pois nesta altura o bebé ainda não tem força para segura-la.

-Devemos pegar no bebé sempre que ele "peça" (depois pelo tipo de choro já sabemos o que quer) pois até uma ano de idade não cria habituação e devemos dar muito mimo ao nosso bebé.


-Ensinaram-nos as massagens a fazer caso o bebé tenha cólicas (deitar o bebé de barriga para cima e repetir 3x o exercicio que é feito do umbigo para baixo e sempre no sentido dos ponteiros do relógio,fazendo uma ligeira pressão):
1) Alternando as mãos, vá fazendo pressão da barriga até à zona pélvica (faça 3x com cada mão)
2) Pegue nos tornozelos do bebé e encolha e estique as perninhas dele por 6x
3) Agora com a mão esquerda fazer um semi-circulo do lado esquero para o lado direito da zona pélvica, passando pelo umbigo e com a mão direita, do lado direito da barriguinha, de cima para baixo. Fazer 6x com as mãos alternadas.
4) Pegar nas pernas do bebé e encolhe-las bem junto da barriguinha.


No final ainda nós deram uns presentes:



Depois fomos jantar a casa dos meus pais e havia lá mais um presentinho para a Beatriz, dado por uma amiga da minha mãe, a D. Mariete:


Felizmente que o dia terminou melhor do que começou. Hoje acordei à hora que devia estar a sair de casa! Foi logo um stress! Toca a levantar, a despachar e a fazer uma barulheira tal que acordei o marido. Depois ainda pensei em não ir à padaria (é verdade, todos os dias vou comprar paozinho fresco para o meu pequeno-almoço e do maridão), e logo tomava o pequeno-almoço quando chegasse à empresa, mas depois lembrei-me de um e-mail que tinha recebido e mudei de ideias. Esse e-mail dizia qualquer coisa do género: "Um dia quando desapareceres a tua empresa rapidamente te substituirá, mas a tua familia vai chorar e sentir a tua falta!"




6 comentários:

Mara disse...

A reunião de pais parece ter sido bastante interessante! Ainda bem que colocaste aqui algumas dicas! Obrigada! E ainda bem que mudaste de ideias em relação ao pãozinho fresco, a frase que escreveste não podia ser mais acertada!
Beijinhos!

{Estreladomar} disse...

Ena... tantas dicas! Obrigada, obrigadinha...

E tantos presentinhos para a pequena Beatriz.

É verdade... nas nossas empresas somos apenas o trabalhor nº x
A nossa família deverá estar sempre em primeiro lugar. Adorei a tua frase.

Beijinhos e bom fim-de-semana

Maria José disse...

Obrigada pelas dicas.
E tantos presentes para a tua princesa

Selma disse...

Boas dicas :)

Bjs.

Inês disse...

Que saudades da minha gravidez... nunca mais chega Abril para pensarmos no segundo filhote...
É tão lindo ler isto e elmbrar-nos como foi... Aproveita, é lindo.

Beijinhos, parabéns e felicidades,
Leonor

Irina disse...

adorava ir a uma dessas reuniões de pais!! se ouderes dizer onde posso encontrar ; o meu email é irinalobato@iol.pt

obrigada ;o)